19/08/2019

Bibliotecas

Um coração, um compromisso: Dia da Família no Abel

Um coração, um compromisso: Dia da Família no Abel

 

“Que a família comece e termine sabendo onde vai, e que o homem carregue nos ombros a graça de um pai. Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor, e que os filhos conheçam a força que brota do amor. Abençoa Senhor as famílias, amém! Abençoa Senhor, a minha também! ”

A canção do Padre Zezinho mostra que as famílias devem ser escolas de amor, nosso primeiro contato com o mundo, e o lugar onde sempre iremos encontrar carinho, afeto e incentivo para seguir em frente em meio à todas adversidades do dia-a-dia. No último dia 17 de agosto, o Colégio La Salle Abel reuniu alunos, familiares e funcionários para o Dia da Família, uma manhã inteira dedicada ao laço afetivo que une as famílias.

Após a apresentação da Orquestra La Salle, o diretor Irmão Jardelino Menegat iniciou o dia agradecendo a presença de todos, e reiterou a importância do legado de São João Batista de La Salle: “Este encontro nos reporta há mais de 300 anos de La Salle, que já partiu para outra vida, mas ainda continua vivo em nós”. Além disso, pediu para que os presentes mandassem mensagens de carinho para quem estivesse longe ou até mesmo ao lado, para reforçar a ideia de união.

E foi justamente a ideia de união e da importância da família na vida de cada indivíduo que iniciou o momento de reflexão, preparado pelo setor de Pastoral. “Hoje somos convidados a fazer uma experiência de afeto porque a família também é esse espaço onde construímos o onde construímos relações, o amor, a personalidade”, iniciou Delano Costa, coordenador da Pastoral.

Após sua fala, os alunos foram convidados a amarrar um laço no braço dos seus pais ou responsáveis, criando assim um momento de ternura entre as famílias. O dia foi de diferentes atividades espalhadas pela escola, entre elas, a confecção de pipas, contação de histórias, visita ao pomar, dinâmicas e momentos de reflexão com oração.

Veja abaixo o depoimento de alguns pais que estiveram presentes no dia dedicado à família lassalista:

Helena Coelho Arantes Ferolla – mãe de Miguel Francisco Arantes Ferolla (PRÉ I D)

É o segundo ano que participamos, e eu acho sensacional e muito importante essa união da família com a escola. Esse é um diferencial do Abel e por isso também que quisemos colocar o Miguel aqui. O primeiro motivo foi a parte religiosa, nós somos muito católicos, e eu queria não só um bom ensino pedagógico, mas também um ensino de vida, de valores, de construção como ser humano e aqui estamos encontrando isso. Sentimos nas mínimas coisas o reflexo do ensino da escola na nossa casa. Por exemplo: Miguel é filho único, e ele poderia não ser uma criança tão participativa para dividir as coisas, e ele demonstra partilha com os amigos, no dia do brinquedo ele sempre traz mais de um para emprestar para mais de um amigo. Ele usa a palavra gratidão, que é algo trabalhado aqui na escola, e menciona que devemos agradecer e rezar pelos amigos. Tudo isso é ensinado em casa, mas com certeza, ele leva isso do colégio para casa também, o que resulta em uma troca.

Lívia Reis – mãe de Luiza Ribeiro Braga Xavier dos Reis (2º ano A) e Arthur Ribeiro Braga Xavier dos Reis (PRÉ I A)

Os nossos filhos fazem com que sejamos uma família lassalista, e isso já não é mais uma opção. Eu acordo escutando músicas da escola, eles cantam vindo para a escola. Essa presença da escola na minha casa precisa acontecer em mão dupla, pois a família também precisa estar dentro da escola. Para mim, o maior benefício de um dia como o de hoje foram as dinâmicas diferentes direcionadas as diferentes famílias, e como é bonito ver uma escola com a tradição do Abel, ser atenta e disposta a entender o que significam as diferentes famílias, atualmente. Além de estar aberta a isso e fazer com que todas as famílias da escola se sintam acolhidas nessa realidade.

Ricardo Rodrigues – pai de Ricardo Rodrigues (4º ano D)

Acho interessante a integração entre Colégio e família, pois muita das vezes não temos tempo de estar no Colégio, deixamos só os nossos filhos na porta. Aproveitamos para também conhecermos outras famílias, e acho essa ideia muito positiva. A educação recebida aqui faz diferença na nossa casa, já somos cristãos então o que é passado aqui só realça, mas para as famílias que às vezes não têm, essa iniciativa deve ser ainda mais interessante. Porque o que faz diferença nesse mundo, é justamente a família. Eu só tenho a agradecer a iniciativa do Colégio, pois corresponde às nossas expectativas.

Patrícia Correa – mãe de Maria Clara – (PRÉ II C) e José Vitor Ferreira Correa – (3º ano E)

Acho o dia da família de fundamental importância, pois família e escola devem andar sempre juntos para a educação das crianças. O ensino aqui faz diferença na minha casa, as crianças estão sempre comentando sobre a preocupação que a escola tem em perguntar sobre eles, sobre ter afetividade dentro da escola e socialização.

 

Clique aqui para ver as fotos desse dia especial. 

< voltar