02/07/2018 - 14:23
Mensagem do Diretor Geral à comunidade acadêmica

Na mensagem de julho de 2018, transcrevemos a segunda parte da mensagem sobre o tema “Critérios de Identidade e Vitalidade Lassalista” elaborado pela Associação Internacional e o Conselho da Missão Educativa Lasaliana (CIAMEL) a pedido do 45º Capítulo Geral (2014). Ela é dirigida à toda Comunidade Educativa Lassalista do mundo.

 

C) Acompanhamento

 9. Participação ativa dos alunos, comprometidos com sua formação. 

A escola lassalista promove a participação ativa de seus alunos em seu processo formativo. Todas as atividades devem ser formativas e de acordo com a idade e o con-texto local. 

10. Mediação para levar ao autodesenvolvimento. 

Os educadores lassalistas acompanham seus alunos no desenvolvimento de sua personalidade e no desenvolvimento de suas competências para a vida pessoal, profissi-onal, social e espiritual, de acordo com a idade e o contexto específicos. 

11. Promoção da atitude de serviço.  

A formação lassalista promove prioritariamente a formação para o serviço, orien-tando os estudantes para a riqueza da solidariedade e o sentido transcendente da vida. 

12. Programas e estratégias focados em necessidades específicas. 

A educação lassalista atende a todos os seus alunos, principalmente aqueles que têm mais dificuldade em desenvolver suas habilidades, seja com programas ou com es-tratégias específicas.

 

D) Suporte Histórico-Fundacional

13. Em torno da vida e obra de São João Batista De La Salle.

A educação lassalista está baseada na vida, na espiritualidade e pedagogia de São João Batista de La Salle. Todos, Irmãos e leigos se inspiram em seus valores espirituais e pedagógicos.

14. Promoção do Serviço Educativo para os Pobres.

A comunidade educacional projeta políticas, programas / ou estratégias para tornar seu ministério acessível aos pobres. Em particular, preocupam-se em servir os mais vulneráveis  da sociedade.

15. Cultura da formação do futuro profissional.

A cultura da formação do futuro profissional requer conhecimento do aluno,  planejamento e organização de todas as atividades educacionais em vista da formação profissional de seus alunos.

16. Relacionamento com a igreja local.

Os centros lassalistas, principalmente através de suas autoridades, mantêm um relacionamento e comunicação saudáveis com a Igreja Católica local.

17. Cultura de Inovação e Transformação.

Uma cultura inovadora descobre as necessidades educacionais e sociais para transformá-las, com criatividade e participação, em condições dignas de vida. O uso de pesquisa e cooperação é de grande valor em seu trabalho.

 

E) Cultura de Qualidade 

18. Formação de competências. 

A Educação Lassalista promove o desenvolvimento de competências, habilida-des e atitudes de autodesenvolvimento na perspectiva da formação profissional de seus alunos. 

19. Educadores competentes. 

Um educador lassalista é competente em sua área de conhecimento e sabe trans-mitir os conhecimentos com habilidade e segurança. 

20. Cultura de Avaliação. 

A cultura de avaliação contínua ajuda na revisão periódica dos processos e resul-tados em relação às necessidades e objetivos educacionais tendo em vista as novas tec-nologias e mudanças sociais e culturais. 

21. Didática atual e relevante. 

A educação lassalista desenvolve uma didática atualizada e relevante, concentra-da na experiência de aprendizagem, permitindo que os alunos participem dos processos educativos e adquiram conhecimento significativo. 

22. Promoção de roteiros de treinamento e desenvolvimento. 

A educação lassalista prioriza a formação e o crescimento dos educadores, espe-cialmente em suas áreas de conhecimento e lassalista. Para isso, possui um programa sis-tematizado de formação continuada de seus educadores.

 

F) Gestão Estratégica 

23. Planos de Desenvolvimento. 

Os planos de desenvolvimento são realizados de forma participativa, mostrando a direção do trabalho educativo, bem como o caminho para alcançar os objetivos deseja-dos. 24. Integração social. 

Os centros lassalistas colaboram com a sociedade civil e organizações governa-mentais. Em particular, colaboram com outras obras lassalistas. 

25. Liderança consistente com o estilo lassalista. 

A liderança do educador lassalista dá confiança aos estudantes que reconhecem em seus mestres um exemplo a seguir. 

Lucas do Rio Verde, maio de 2018.
Prof. Dr. Nelso Antonio Bordignon, fsc
Diretor Geral - Faculdade La Salle
 

 



Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar