Políticas de Ensino da Faculdade La Salle - Estrela

A Faculdade de Tecnologia La Salle – Estrela, tem como missão: “Promover o desenvolvimento da pessoa, através do ensino, da pesquisa e da extensão, comprometida com a transformação da sociedade nas dimensões humana e cristã”.

Conforme o Regimento (art. 36), o Ensino, Pesquisa e a Extensão obedecem ao princípio da indissociabilidade, em conformidade com a legislação, e constituem as dimensões de ação da Faculdade de Tecnologia La Salle - Estrela.

A IES oferece cursos de Extensão, Graduação e Pós-graduação Lato Sensu. As políticas educacionais da Faculdade buscam proporcionar aos alunos a habilitação profissional específica de cada curso, assim como uma base sólida de formação e desenvolvimento de habilidades e competências para o mercado de trabalho, contextualizando o ensino às realidades social, cultural e econômica.

Os currículos dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de graduação incluem disciplinas e atividades específicas, organizadas sequencialmente por semestres, em regime de créditos, tendo como objetivos assegurar a capacitação profissional e propiciar elementos alternativos que visam à formação integral do aluno. Esta formação inclui o desenvolvimento de cidadãos conscientes sobre a importância das relações étnico-raciais, de gênero e ambientais.

A integralização curricular é feita pelo sistema de matrícula semestral por disciplinas. O prazo estabelecido para a integralização curricular está previsto no Projeto Pedagógico dos cursos.

A instituição visa formar cidadãos éticos, críticos e atuantes, de forma autônoma e responsável. Nesse contexto, compõem as políticas de ensino os seguintes itens:

1-    Criar e manter cursos de graduação para atender as necessidades e expectativas da região do Vale do Taquari de acordo com as prioridades e metas da Faculdade; adequação às diretrizes emanadas do Ministério de Educação; exigências do mercado de trabalho e capacidade de absorção da mão-de-obra formada; utilização preferencial dos recursos materiais e humanos existentes na Faculdade.

2-    Atualizar, dinamizar e flexibilizar as estruturas curriculares dos cursos.

3-    Criar estratégias de aprendizagem, acionando novos conhecimentos significativos aos futuros profissionais.

4-    Utilizar diversas metodologias de ensino, priorizando atividades teórico-práticas.

5-    Contratar docentes qualificados academicamente e profissionalmente.

6-    Capacitar os docentes para o papel mais ativo de facilitadores e orientadores da aprendizagem, incentivando-os na busca da qualificação profissional através da formação continuada.

7-    Incentivar projetos de extensão.

8-    Incentivar projetos de pesquisa.

9-    Promover oportunidades de iniciação científica em projetos de pesquisa, trabalhos de conclusão de curso e em outras atividades.

10- Desenvolver programas de pós-graduação lato sensu, relacionando-os com os cursos de graduação ofertados.

11-  Adaptar os projetos pedagógicos às legislações vigentes e ao mercado de trabalho.

12- Incorporar as novas tecnologias à educação, como recurso no desenvolvimento das aprendizagens.

13- Estabelecer parcerias com a rede La Salle, através de intercâmbios de professores e alunos.

14-  Implementar programas de monitoria, de nivelamento e outros, de forma a dar apoio pedagógico aos alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem nas disciplinas.

15- Promover reuniões nas mais variadas instâncias, para analisar, avaliar, informar e ajustar os procedimentos pedagógicos de acordo com as necessidades educacionais, psicológicas e culturais dos alunos.

16-  Revisar periodicamente os critérios avaliativos, oportunizando avaliação diagnóstica e formativa.

17- Promover a Avaliação Institucional de forma contínua e permanente.