12/11/2018 - 13:25
Gestão Ambiental Rural

O termo “sustentabilidade” no âmbito do Desenvolvimento Sustentável é o uso dos recursos naturais de uma maneira controlada, ou seja,desenvolvimento que busca compatibilizar o atendimento das necessidades sociais e econômicas do ser humano com as necessidades de preservação do ambiente e dos recursos naturais, de modo que assegure a sustentabilidade de vida na Terra. É a busca do equilíbrio entre os aspectos ambientais, sociais e econômicos sendo a forma mais viável de acabarmos com a miséria, exclusão social e econômica, desperdício, degradação ambiental e consumismo em que a sociedade humana se encontra.

Um exemplo que adoro citar é na agricultura. Sabemos da grande problemática quanto à saúde pública (intoxicações) quanto ambiental (acúmulo na cadeia alimentar, desequilíbrio) que os pesticidas e agrotóxicos em geral nos trazem. Uma substituição sustentável destes é o uso do Controle Biológico que simplificadamente é a criação em laboratório de inimigos naturais (predadores, fungos patogênicos, parasitoides...) das espécies que atacam determinada cultura ou criação animal e que no ambiente controlam a espécie danosa. Este recurso vem sendo utilizado na Europa há bastante tempo, sendo que aqui ainda estamos em estudos, por mais que já existam empresas que comercializam organismos vivos.

As tecnologias limpas vêm sendo aplicadas cada dia mais no meio rural. Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a ampliação da área de produção orgânica no país ultrapassou mais de 750 mil hectares em 2017. Aqui no Rio Grande do Sul, o número de produtores de orgânicos cresceu 38,4% entre 2016 e 2017. Mas, a sustentabilidade no meio rural não é apenas atingida por aqueles que produzem apenas na modalidade “orgânicos”. O reaproveitamento de água da chuva, o uso de energia solar (fotovoltaica), biodigestores já são uma realidade no campo.   

O consumidor tem papel importante na expansão das tecnologias mais limpas tanto no campo quanto na indústria em geral. Como a questão ambiental se tornou importante para a decisão do consumidor no momento da compra, muitas empresas usam como um marketing verde. Cabe a nós, consumidores conscientes, selecionar produtos e empresas que se preocupem com a questão ambiental de maneira a alterar a forma de produzir garantindo que seu produto realmente beneficie o ambiente ou a sociedade. Desta forma todos ganhamos: alimento e ambiente mais saudável.

 

Tamara Bianca Horn
Doutora em Ambiente e Desenvolvimento
Professora do Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio

 



Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar